À 2021 ♥


E depois de um intervalo de quase 365 dias, um 2020 meio falhado no recomeço e menos aproveitado do que gostaria, shows muito esperados suspensos, muitos choros, algumas crises de ansiedade, um casamento lindo de pessoas especiais que ajudou 2020 a valer a pena e finalmente uma esperança logo no horizonte com as vacinas, voltei!

Bem, oláááááá huahuahuaa

Ano passado foi complicado para dizer o mínimo, a mudança radical nas rotinas e na presença física nas vidas uns dos outros foi o que mais me pegou. Eu sou uma pessoa do toque, do abraço, da presença, então não consigo nem explicar direito como tudo isso ainda me afeta. Saudade dos momentos que não chegaram em 2020, que foram adiados até a vacina chegar (e logo chegaremos lá!), me pegava extremamente chateada por não poder estar fisicamente com todos que amo, apertando e compartilhando a vida.

Acabou sendo um ano de muita reflexão (meio forçada, mas foi) e de valorizar ainda mais as pessoas.  Pelo menos pra mim. Eu tenho uma enorme tendência de me isolar e me afastar e ainda bem que não caí nesse padrão esse ano! Sou muito grata por ter pessoas tão especiais comigo, mesmo que muitas vezes virtualmente.

Perdi as contas das lives de sertanejo (que eu nem ouço huahuauha e devo dizer que tem muito amor envolvido aqui pra eu ouvir) que fiz com amigas incríveis para nos sentirmos no mesmo ambiente, inclusive teve Sandy e Junior (pra eu pelo menos saber cantar todas as músicas de pelo menos uma live huahuahua), das ligações de vídeos em aniversários, e também em dias do pais e mães e outras datas para poder ver meus irmãos, do aguardo da liberação da data de um show esperado cada dia mais (ainda pendente), de voltar a me lembrar o quanto eu amo música (e de ouvir de tudo um pouco inclusive as mais nostálgicas com quem se empolga junto), de conversar com quem aquece o coração, ouve chorar e tranquiliza, dos incentivos e de incentivar, de confiar no desenvolvimento da vacina e tantos momentos mais que ajudaram esse ano a passar mais rápido e não ser completamente perdido. E os abraços que puderam ser dados depois de tempos longe, foram ainda mais aproveitados e apertados. Recomecei até a treinar, em casa mesmo, e no meu tempo.

Pensei várias e várias vezes em vir me refugiar aqui, desabafar e falar o que desse na telha, mas não me sentia nem pronta nem forte pra isso e acabava desistindo pouco depois de abrir o Word para escrever. Consegui escrever um pouco na parte de ficção (que é a minha paixão), mas nada que consegui trazer e postar aqui, mas 2021 tá aí para isso, o ano todo pra eu pensar em como trazer essa parte de mim para o blog também. Preciso dar um jeito na insegurança que eu tenho dentro de mim, me colocar fora da minha zona de conforto.

2021 se resume para mim em esperança e reencontro, não só com o mundo, mas comigo mesma e com o blog também. E já começou com as noticias mais lindas e repletas de amor. Comecei esse ano amando ainda mais as minhas pessoas, foram mais que fundamentais pra ajudar meu 2020. E eu mal posso esperar para poder voltar para a “vida normal”, mas não exatamente como era antes, e sim melhor. Com mais amor, mais demonstração de carinho, mais presença e ainda mais alegria.

Posso estar sendo um pouco otimista demais, mas é o que eu desejo de coração, pra todos.

E por hoje é isso, meu mini desabafo, mini atualização de 2020, ao mesmo tempo que celebração e ansiosa por 2021. Acho que uma das melhores partes da vida é poder recomeçar, se dedicar ao que a gente gosta e poder construir nosso mundo, sempre que quisermos.

Beeeijos e até mais ♥

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.